top of page
banner-alvorada-fm
  • Cefas Alves Meira

Maria Isabel comemora hoje 100 anos de amor e sabedoria 




Hoje, 20 de janeiro de 2024, estão sendo comemorados os 100 anos de Maria Isabel Miranda Oliveira, uma mulher cuja vida é um testemunho de amor, resiliência e sabedoria.

 

Maria Isabel, casada com Feliciano Oliveira, já falecido, é fruto do casamento entre Francisco de Miranda Sá e Isabel Gurgel de Miranda Sá, vem de uma família de tradição, cultura e valores. Crescendo entre duas irmãs e dois irmãos, Maria Isabel absorveu desde cedo a rica herança cultural de sua família.

 

Seu pai, funcionário da Rede Ferroviária, percorria toda Minas Gerais para gerenciar os pagamentos dos trabalhadores. Enquanto isso, sua mãe, nascida no Rio de Janeiro, desfrutou de uma educação refinada em uma família tradicional que valorizava as artes, línguas, boas maneiras e o conhecimento.

 

Ligada aos parentes

Maria Isabel cultivou uma forte ligação com seus parentes, especialmente com primos que seguiram carreiras notáveis, ingressando no Itamaraty e tornando-se embaixadores no exterior. Destaque especial para Maury Gurgel Valente, que foi casado com a renomada escritora Clarice Lispector.

 

Sua jornada acadêmica começou no Instituto de Educação, em BH,  onde se destacou como aluna brilhante, obtendo notas primorosas. Posteriormente, desafiando os padrões da época, ingressou na Companhia de Seguros Sul América.

O destino reservou-lhe um encontro especial em 1947, quando conheceu seu futuro marido, Feliciano de Oliveira, homem de destemor e visão, iniciou sua jornada ao aceitar o desafio de se candidatar a prefeito de Francisco Sá. Vencendo a eleição, tornou-se o primeiro prefeito eleito, marcando o início de uma série de realizações que definiriam sua carreira.

 

O casamento

O ano de 1948 ficou gravado na história da família Oliveira, quando Feliciano pediu a mão de Maria Isabel em casamento na igreja da Floresta, em Belo Horizonte. O casal empreendeu uma epopeia em sua viagem para Francisco Sá, enfrentando as dificuldades da época: de trem para Montes Claros e de burro até o destino, uma cidade que carecia de infraestrutura básica, como esgoto, água encanada, luz elétrica e calçamento.

 

Após consolidar sua presença na prefeitura, Feliciano de Oliveira expandiu sua atuação, destacando-se como Secretário de Abastecimento do governo Israel Pinheiro, Diretor da Cosemig e, em 1984, tornando-se Juiz do Tribunal Regional do Trabalho em Belo Horizonte, posteriormente requisitado para o Tribunal Superior do Trabalho em Brasília.

 




Enquanto Feliciano traçava seu caminho na capital, Maria Isabel, permanecia em Francisco Sá, dedicada ao trabalho no cartório local. O casal, apesar das distâncias, compartilhava um compromisso com o serviço público e o desenvolvimento da comunidade.

 

O ano de 1992 marcou um capítulo significativo na trajetória política de Feliciano de Oliveira, ao candidatar-se novamente à prefeitura de Francisco Sá. Sua última grande obra foi a construção e inauguração da rodoviária, um marco para a cidade.

 

A partida de Feliciano em 1994 deixou um legado de realizações e um exemplo de dedicação à sua comunidade. Hoje, Maria Isabel comemora seus 100 anos, bem vividos e com muitas alegrias, ao lado dos filhos Marco Aurélio, Márcia, Magda, Feliciano Junior e Vanessa, dos 14 netos, 10 bisnetos e 1 trineto. Também presente espiritualmente a filha Ariane, já falecida.

 

Missa e recepção

As comemorações começam com missa na Igreja São Francisco de Assis (Pampulha), às 16 horas deste sábado. Fica na Avenida Otacílio Negrão de Lima, 300, Belo Horizonte.


Após a missa, recepção no Clube da Caixa Econômica Federal, na avenida Otacílio Negrão de Lima, próximo à igreja São Francisco de Assis.

61 visualizações0 comentário
bottom of page