top of page
banner-norte-1
  • Foto do escritorCefas Alves Meira

Adriana Machado no grupo de trabalho do Conar sobre as “bets”



O Conar anunciou ontem a criação de um grupo de trabalho para iniciar a discussão das normas de autorregulação das plataformas de apostas esportivas no Brasil, as chamadas “bets”.


A publicitária mineira Adriana Machado, diretora de Inspiração da agência TOM, membro da diretoria nacional da Associação Brasileira das Agências de Publicidade, a Abap, integra o grupo. Esse núcleo criado pelo Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária contará com a participação de entidades dedicadas à área de apostas como o Instituto Brasileiro de Jogo Responsável (IBJR) e a Associação Nacional de Jogos e Loterias (ANJL).


Jogue com moderação

Os integrantes do grupo de trabalho discutirão o estabelecimento de regras de autorregulamentação, podendo estipular restrições adicionais às que estão em vigor, até para, a partir da análise das normas internacionais, pensar na proteção do consumidor e dos grupos vulneráveis, em particular de crianças e adolescentes.


Segundo o Conar, também serão debatidas as formas de monitorar a implementação das regras, e o exame das queixas que os consumidores vierem a fazer sobre os anúncios veiculados pelas bets. É certo que a frase “Jogue com moderação”, similar ao “Beba com moderação”, deve constar nas campanhas publicitárias de divulgação dos sites de apostas, além da idade mínima - 18 anos – exigida para os apostadores.


Enquanto isso, cresce a cada dia o número de atletas e outras personalidades estrelando comerciais e anúncios das plataformas de apostas, como Bebeto, Gerson “canhotinha de ouro”, Vinícius Júnior, Rivaldo, a atriz Beth Faria e o cantor Beto Jamaica, do “É o Tchan”. Eles divulgam sites de apostas “bets” como Betano, Bet365, Novibet, KTO, Pixbet, Bettson e Dafabet.


93 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page