top of page
banner-norte-1
  • Cefas Alves Meira

Adriana Machado e os 23 anos da Tom 




Hoje a Tom faz 23 anos. E é impossível pensar neste marco e não pensar na jornada que percorremos desde seu primeiro dia. E, tão marcante quanto, nas conversas, episódios, coincidências e eventos que antecederam a decisão de criá-la, a formatação do que viria a ser, os passos em sua concretização.


Apesar desta ser mesmo uma oportunidade de reflexão sobre o passado, vivemos um momento de olhar para frente. Melhor dizendo: podemos aproveitar o momento e olhar para dentro de nós e imaginar o que podem ser nossos caminhos a frente.


Porque estamos diante de uma nova substituição de paradigma da nossa sociedade. Do mesmo jeito que a digitalização transformou a forma como nos relacionamos com as pessoas e as organizações e substituiu hábitos até então arraigados – como nos informamos, compramos, conversamos com conhecidos e desconhecidos – o acesso em grande escala e baixo custo à inteligência artificial irá transformar todos os aspectos da nossa vida corporativa, social e pessoal.


E justamente por estarmos no nascedouro dessa transformação e já termos testemunhado uma grande mudança há muito pouco tempo, podemos encarar esta com mais ousadia. Porque não está dado como esse novo mundo irá se configurar. Atividades repetitivas ou de resultados previsíveis que podem ser substituídas por inteligência artificial, serão substituídas. Mas e o que dependerá do talento humano? Como será a nova correlação de forças entre o substituível e automatizável e aquilo só as pessoas criativas e preparadas são capazes de fazer?


Particularmente no nosso mercado, qual papel as agências exercerão? Que inteligência natural seremos capazes de aportar no dia a dia dos nossos clientes? Eu não tenho essas respostas, mas do pouco que já vimos das aplicações de IA, o segredo mora nas perguntas. E fazer boas perguntas requer repertório amplo, curiosidade, gosto e disposição para se manter preparado. E isso, nunca nos faltou na Tom. Nem da parte dos sócios e muito menos de cada um faz e fez parte dessa equipe.


Por isso, com todo o frio na espinha que o cenário nos incita, prevalece a inspiração dos maravilhosos seres humanos que fizeram, fazem e ainda farão parte desta jornada. Colegas de equipe, parceiros, fornecedores e, claro clientes que nos escolheram ao longo do caminho.

 

*Adriana Machado é sócia e Diretora de Inspiração da Tom Comunicação

111 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page