top of page
VOCÊ SABE POR QUE OUVE.png
  • Cefas Alves Meira

Gerdau vai transferir sua sede de São Paulo para BH



A mineradora, segundo o CEO da empresa, vive o melhor momento de sua história

Mais de 60% de toda a capacidade produtiva da Gerdau estão concentradas em Minas Gerais. Esse é um dos principais motivos, segundo o CEO da companhia, Gustavo Werneck, que levaram o grupo a decidir transferir a sede da indústria mineradora de São Paulo para Belo Horizonte.


Depois de revelar que a empresa destinou investimentos de R$ 3,2 bilhões para o Estado, Werneck enfatizou que “a Gerdau tem 122 anos e nos últimos 40 anos Minas Gerais tem sido importante para a nossa história”.


Melhor momento

Em entrevista recente à repórter Juliana Gontijo, do “Diário do Comércio”, o executivo destacou que por Minas representar 60% da produção da Gerdau, “é natural que a empresa esteja mais próxima” do Estado.

A mineradora vive o melhor momento de sua história, ressaltou Werneck, frisando que a empresa está preparada para voltar a crescer. “A gente encontra no Estado de Minas Gerais um ambiente muito adequado para que esses investimentos ocorram”, afirmou.


Os novos aportes de recursos para Minas serão direcionados para uma nova plataforma de mineração sustentável, previstos para acontecer no intervalo de 2023 a 2026. E a expectativa é de que mais de cinco mil empregos sejam gerados durante a implementação dos investimentos, observou o CEO da Gerdau, acrescentando que o montante segue o ciclo de investimentos realizado no Estado nos últimos anos, para modernização, atualização tecnológica, aprimoramento de práticas ambientais e ampliação de suas operações locais.


A nova capacidade anual de produção de minério de ferro da empresa na mina de Miguel Burnier, distrito de Ouro Preto, na região Central do Estado, de 5,5 milhões de toneladas, disse Werneck, está prevista para entrar em operação no final de 2025. O projeto permitirá à empresa aumentar a competitividade de suas operações e ampliar futuramente sua produção de aço em Minas Gerais.


Na sua totalidade, o minério de ferro que será produzido por meio do novo investimento será direcionado para o abastecimento das unidades de produção de aço da Gerdau em Minas: Ouro Branco, Barão de Cocais, Divinópolis e Sete Lagoas.

189 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page