Conselho Empresarial de Comunicação retorna revitalizado

10 Oct 2019

 

O Conselho Empresarial de Comunicação da Associação Comercial de Minas (ACMinas), depois de um período sabático, onde ganhou oxigenação e ampliou sua integração com a cadeia produtiva da comunicação mineira, está de volta ao mercado. A instituição é presidida pelo publicitário Hélio Faria (foto), tendo como vice Eduardo Mineiro, um dos grandes expoentes da comunicação das Gerais.

EXIGÊNCIA - “O Conselho Empresarial de Comunicação, na verdade, retorna por uma exigência do mercado. Muitas demandas reprimidas, o cliente e seu negócio carecendo de uma atenção, de um mergulho maior na empresa. E o Conselho tem também entre seus principais objetivos de suprir os  anseios dessa uma importante cadeia produtiva, o aglomerado da comunicação mineira. O órgão se apoia em três pilares essenciais: criar pró-atividade no mercado, visando novos negócios; fortalecer e estabelecer metas para alcançar os objetivos propostos. e a retomada de crescimento e reposicionamento perante o mercado nacional”, afirmou Helinho Faria.

O publicitário enfatizou que agora, mais do que nunca, “é o momento de todos os players do mercado unirem suas forças, experiências e diferenciais, para montar um megaportfólio, refletindo fielmente a criatividade de nossa comunicação. Agências, veículos, fornecedores do segmento, entidades de classe, como a ACMinas, e o próprio governo estadual, por meio do subsecretário de Comunicação Roberto Bastianetto, estão de braços dados, nesse mutirão pela otimização e pleno desenvolvimento do mercado”, frisou Faria.

E quais nosso primeiro desafio? Um monitoramento permanente do mercado, com a realização de pesquisas em toda a cadeia produtiva, para termos um retrato fiel da realidade mercadológica. Outra proposta significativa é a qualificação profissional. Por meio de recursos dos próprios parceiros. iremos operacionalizar a oferta de cursos modernos, inovadores, acompanhando as exigências do mercado. O importante é que todos estão unidos, todos querem o mesmo objetivo, todos de mangas arregaçadas para este trabalho”, destaca.

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no
Curta esse
Please reload