TV Record, 65 anos. Comemorações vão até o final de 2018

25 Oct 2018

 

Para marcar os 65 anos de mercado, completados no último 27 de setembro, a Rede Record desenvolveu uma série de ações para destacar a data.

Entre essas inovações, o newsroom da Record TV foi renovado, e o Jornal da Record (apresentado por Adriana Araújo e Celso Freitas) e o Fala Brasil ganharam novos cenários.

A programação também foi beneficiada com aprimoramento técnico e de conteúdo, a partir de pesquisas orientadas pelo alto comando da emissora.

As comemorações não se encerraram, e até o final do ano a emissora vai continuar brindando os telespectadores com novidades tanto na área tecnológica como na programação.
ATRAÇÕES - Entre as novas atrações, a emissora lançou a Batalha dos Confeiteiros, o reality show Power Couple, e fez reprises de grandes sucessos, como a série A Lei e o Crime e a novela Essas Mulheres. Foram ao ar ainda a minissérie Lia, o reality Canta Comigo e a aguardada saga do homem mais importante da história da humanidade, a novela Jesus.

O ponto alto das comemorações foi, na semana do aniversário, uma série contando a história de  emocionantes encontros de gerações. Os componentes do grupo MPB4 interpretaram, para os jurados do Canta Comigo, o clássico ‘Roda Viva’. A música foi apresentada pelo grupo e por Chico Buarque, na célebre edição de 1967 do Festival de Música Popular Brasileira. Outro encontro marcante dessa série, dividida em cinco episódios, reviveu uma cena clássica da Família Trapo, na qual Pelé participou. Para recriar esse momento histórico da TV, foram convidados Ricardo Corte Real, Fábio Porchat, Rodrigo Faro e Cafu, que vestiu a camisa do Santos para homenagear o rei do futebol.
E o maior presente recebido pela rede, pelas suas seis décadas e meia de existência, foi uma pesquisa do Kantar Ibope Media revelando que nos últimos 25 anos a Record TV foi a única emissora de TV aberta a crescer. No início da década de 1990, a Record TV marcava apenas 1,5 ponto de audiência na média-dia (das 7h à meia-noite). Em 2018, até o final de agosto, a média era de 7 pontos. Isso representa um aumento de quase 400% neste período.
“Chegamos aos 65 anos com muito orgulho do que construímos. A Record TV teve anos de glória, mas correu um grande risco de desaparecer. Mas desde 1991, com investimentos pesados, conseguimos reverter completamente este quadro. Formamos uma rede nacional, que cobre o País inteiro e conquistou o respeito e admiração do brasileiro, um povo que ama televisão como nenhum outro e que reserva à Record TV um carinho especial, por toda a trajetória que criamos”, celebra Luiz Cláudio Costa, presidente da Record TV.

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no
Curta esse
Please reload