• Cefas Alves Meira

Vitória de Kalil teve dois jovens talentos no mkt


Alberto Lage, Alexandre Kalil e Vitor Colares. O prefeito interagiu com a dupla, dando sugestões, durante toda a campanha. (Foto João Paulo Barros)o

No último domingo, 15, tão logo foi divulgado o resultado das eleições para prefeito de Belo Horizonte, com Alexandre Kalil se reelegendo pelo PSD com uma votação histórica - 63,36% -, retratando a excelência de sua gestão, surgiu também uma pergunta entre profissionais e aficionados do segmento de comunicação: quem foi o marqueteiro de Kalil?


O Blog do Cefas, também incomodado por essa dúvida, foi atrás da resposta. E uma descoberta interessante. Não foi nenhum medalhão do marketing político que trabalhou a campanha de reeleição do prefeito da capital, mas uma dupla de jovens talentos, que, com essa vitória “estupenda”, como definiu o próprio Alexandre Kalil, também carimbou seu ingresso no seleto time dos feras em comunicação eleitoral. São eles Vitor Colares e Alberto Lage.


Vitor Colares tem 30 anos, é jornalista e gestor público por formação, trabalha com campanhas políticas desde os 16 anos de idade, tendo participado de oito eleições; trabalhou na campanha do Kalil em 2016 no segundo turno. Durante a gestão Kalil, ocupou o cargo de Diretor Central de Imprensa. Vitor fundou a Okê Arô Comunicação, e é sócio de Alberto Lage na SDP Soluções Digitais.


Alberto Lage tem 27 anos e, depois de iniciar um curso de direito, aos 18 anos acabou mudando de caminho e se envolvendo com campanhas eleitorais. Participou de campanhas para prefeito de Belo Horizonte (2012) e governador de Minas Gerais (2014); trabalhou em mandato parlamentar e participou da campanha do Kalil em 2016, primeiro e segundo turnos. Alberto criou a SDP Soluções Digitais, e é sócio do Vitor na Okê Arô Comunicação.


Nesta entrevista ao blog, eles revelam alguns dados dos bastidores da campanha que consagrou Alexandre Kalil como o prefeito mais bem votado na história política da capital mineira.


- Quando começou o marketing eleitoral do Kalil em 2020. Primeiras ações?

Vitor Colares - Em uma campanha de reeleição o mais importante são as realizações da gestão nos 4 anos de mandato. É isso que está em avaliação pela população. É importante, portanto, ressaltar que o resultado da eleição diz mais sobre o mandato do que sobre o período eleitoral. A preparação objetiva para campanha, com formação de equipe, argumentos e captação de imagens começou na primeira semana de agosto.


- Como surgiram os slogans "BH tem Prefeito" e "Fez, sem prometer"?

Alberto Lage - O slogan é resultado da percepção da opinião pública sobre as características principais do Prefeito Kalil: presença e coragem. O mote “BH tem prefeito” pretendeu justamente reforçar essas características. Sobre o argumento "fez, sem prometer", ele foi construído pensando na campanha de 2016 onde a principal proposta de Kalil era não prometer grandes obras, mas fazer funcionar o que já existia na cidade. Sendo assim, mostramos as obras e as realizações do governo que não foram prometidas, utilizando o argumento que Kalil tinha grandes realizações mesmo sem ter prometido, como é usual na maioria dos políticos.


- Além de vocês dois, que outros profissionais compuseram a equipe?

Vitor Colares - Uma campanha desse tamanho não é feita e nem pensada sozinha, nem mesmo em dupla. Somos apenas uma pequena parte de uma equipe brilhante, sempre tendo ao nosso lado pessoas muito melhores que nós naquilo que faziam. Tivemos um time brilhante que nos acompanhou na Prefeitura e pediu exoneração para trabalhar na campanha.

Alberto Lage - Além dessas pessoas que já faziam parte do time permanente do Kalil, contamos com o talento gráfico do Lucas de Ouro, com a inteligência da Iracema Rezende e do Instituto de Pesquisa MDA. Tudo isso não seria possível sem um time administrativo, liderado por Adriana Branco, e político, com Adalclever e Fuad, muito competentes. Importante aqui ressaltar também o trabalho dos secretários e funcionários da prefeitura que ao longo desses quatro anos fizeram as realizações que foram mostradas durante a campanha.


- O candidato também contribuiu com ideias? De que forma?

Vitor Colares - A gente não acredita que seja possível fazer uma campanha vencedora e real sem a participação e protagonismo do candidato. O Prefeito Kalil é um comunicador muito habilidoso.

Alberto Lage - A decisão de gravar em casa, de fazer uma campanha sem festividades e sem promessas, respeitando a seriedade e as dificuldades do momento, além de dar um peso grande para o balanço da gestão foram ideias do próprio Kalil. A execução, os slogans e os formatos audiovisuais são da equipe de campanha.


- Quais as principais estratégias e ações desenvolvidas durante a campanha?

Vitor Colares - Além de todas as ideias que são próprias do candidato, acreditamos, da nossa parte, que antecipar os problemas e entrar logo na primeira semana com as críticas que imaginávamos que os adversários fariam, tirou bastante o espaço da oposição. Até mesmo no modelo estético que adotamos, utilizando notícias da imprensa ocupou um espaço tradicionalmente utilizado por quem critica a gestão. Ainda assim, sabemos que foi uma opção ousada que só foi possível pela extrema confiança do candidato e da equipe política.

- A presença nas redes sociais foi decisiva? Discorra um pouco sobre essa presença.

Vitor Colares - Presença nas redes sociais não é volume, é estratégia. Sim, a presença nas redes sociais aliada a todas as outras ações foi decisiva para campanha, mas nada funciona sozinho. Não adianta publicar por publicar, para cumprir metas de postagem e engajamento. Só vale a pena se pronunciar na internet se tiver algo a dizer.


- Fake news. O candidato foi vítima?

Alberto Lage - O candidato foi vítima de fake news e de perfis falsos na internet que utilizavam até mesmo fotos de pessoas que já faleceram. Não cabe a nós acusar ninguém, mas há ampla cobertura na imprensa sobre o assunto.


- A comunicação, o marketing governamental nesses três anos e meio de gestão antes da eleição, contribuiu para a campanha? Caso positivo, de que forma?

Vitor Colares - A comunicação governamental em sentido estrito não contribuiu para a campanha, já que em nenhum momento foi feita uma comunicação focada em pessoas, em respeito aos princípios legais de impessoalidade na comunicação pública. É claro que a comunicação nesses 4 anos ajudou muito a fazer com que a avaliação da gestão fosse majoritariamente positiva no início do período eleitoral, por ter conseguido demonstrar os avanços conquistados ao longo desse tempo, mas isso não teria sido possível se a gestão não tivesse realizado entregas efetivas. Coube à campanha eleitoral, porém, dar o passo final: associar as entregas ao candidato.


- Alexandre Kalil é uma pessoa muito sincera, exigente, assertiva e preocupada com resultados. Isso afetou de que forma a campanha?

Vitor Colares - Sim. Kalil é extremamente exigente, entende muito de comunicação, e isso faz com que a responsabilidade e a atenção aos detalhes sejam muito maiores na condução da campanha. Além dessas características ele sabe respeitar o trabalho de todos, reconhecer os méritos e motivar uma evolução constante, e o mais importante: confiar quando sugerimos estratégias pouco tradicionais – embora sempre respaldadas por estudos intensos de opinião pública.


- A excelente performance do Atlético no Brasileiro afetou a campanha? Caso afirmativo, como?

Alberto Lage - Claro que a performance do Atlético ajudou a campanha! Além do candidato, nós também somos atleticanos e quando o Atlético perde é um sofrimento danado. Como o time estava bem, era uma preocupação a menos.


- Dupla fera Vitor e Alberto. Quem fez o quê na campanha?

Alberto Lage - A gente trabalha muito bem em dupla, porque nossas características são complementares. Nosso modelo de gestão é um tanto curioso, pois somos ambos responsáveis por tudo, mas de jeitos bastantes distintos. A intersecção é justamente a criatividade. O Vitor é mais sociável, eu, Alberto, mais atento, quase neurótico. A verdade é que nos damos tão bem criando e trabalhando juntos, que não nos imaginamos fazendo campanhas e trabalhos separados.



797 visualizações

Receba nossas atualizações!

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • Branca Ícone LinkedIn

© 2020  Criado e desenvolvido por Idear Comunicação.

  • Branca Ícone Instagram
  • https://www.facebook.com/blogdocefas
  • https://twitter.com/cefasalves
  • Branca Ícone LinkedIn