• Cefas Alves Meira

Rádio comemora seu dia com mais audiência na pandemia


A data foi instituída por ter ocorrido, em 13 de fevereiro de 1946, a primeira transmissão simultânea de um programa

Hoje é o Dia Mundial do Rádio. A data é alusiva à primeira emissão de um programa da United Nations Radio (Rádio das Nações Unidas), em 1946. Uma transmissão simultânea, para um grupo de seis países.

Mas como está o veículo rádio no Brasil? Pesquisa recente do Kantar IBOPE Media, realizada em setembro de 2020, reforça a solidez do veículo, que se consolida ainda mais durante a pandemia. O Inside Radio 2020, nome do levantamento realizado pelo Kantar, reúne dados atualizados sobre o meio durante a Covid-19, como perfil e comportamento de ouvintes, novos formatos, entre outros temas.


Audiência

A pesquisa revela, por exemplo, que entre os ouvintes de rádio, 75% afirmaram ouvir o meio com a mesma intensidade, ou até mais, em comparação com o período anterior à pandemia. Desses, 17% afirmaram ouvir muito mais rádio após o início do período de isolamento social.

Foram pesquisadas 13 regiões metropolitanas, constatando-se que 78% de seus moradores escutam rádio. A cada cinco, três afirmaram ouvir alguma emissora diariamente.

A crise transformou também a rotina dos ouvintes e, consequentemente, revelou novos hábitos. Em comparação com o ano passado, por causa do isolamento social, a audiência registrada no trânsito caiu de 23 para 18%. Mas aumentou de 70 para 78% o percentual de ouvintes sintonizados a partir de casa

Embora haja um crescimento no acesso às emissoras por plataformas digitais, a grande maioria, cerca de 81%, ainda utiliza seu aparelho de rádio para acompanhar a programação. Para 23% da audiência, o acesso é via celular. Nos meios digitais, há prevalência de jovens das classes A e B.

Além de potencializar o alcance do rádio, essas plataformas também permitem repercutir o conteúdo veiculado pelas emissoras. Entre janeiro e junho deste ano, foram registrados 3,5 milhões de tweets sobre o meio. Entre a primeira e a última semana de março, houve aumento de 77% na quantidade de tweets relacionados ao rádio. Outras tendências, como veiculação de podcast, streaming e realização de lives, também foram analisadas.

A diretora do Kantar IBOPE Media no Brasil, Melissa Vogel, explica que “a rotina mudou e o rádio também se transformou para continuar fazendo parte dela, seja em novos horários ou locais de consumo”.


Dia do Radialista

No Brasil, comemora-se também, em 21 de setembro, o Dia do Radialista. A homenagem era feita durante todo o mês de setembro, até que a lei nº 11.327, de 2006, instituiu a nova data; ela destaca a importância do profissional responsável em apresentar os programas e informativos radiofônicos, que entretêm os ouvintes com suas características vozes marcantes.

A data oficial para a comemoração do Dia do Radialista é uma homenagem também ao compositor, músico e radialista Ary Barroso.


Dia da Radiodifusão

Outra data referente ao rádio é o Dia da Radiodifusão, 25 de setembro. Uma homenagem à data de nascimento do professor, educador e antropólogo Roquette-Pinto, fundador da primeira rádio do Brasil, a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro.

47 visualizações0 comentário