• Cefas Alves Meira

Embaré ignora pandemia e cresceu 43% em 2021


A fábrica de caramelos tem unidades em três municípios mineiros

A pandemia, que atingiu parte considerável da economia brasileira e mundial, foi ignorada pela Embaré, que registrou uma invejável performance em 2021. A indústria paulista, com forte presença em Minas (fábricas em Lagoa da Prata e Santo Antônio do Monte, e Patrocínio), apresentou crescimento de 43% em faturamento e 38% em tonelagem ano passado, comparado a 2020.


A empresa foi mais além, conquistando mercados de quatro novos países - Angola, Índia, Marrocos e Moçambique - e vai lançar em breve duas novas linhas, o Caramelo Chocolate Laranja 400g e a linha Bites no formato 105g.


Novos produtos

O gerente de Exportação da Embaré, Felipe Antunes, diz que “seguindo o fluxo de aumento da nossa linha para exportação, temos a estimativa de ampliação da linha de lácteos para o varejo nos países da América Latina, adicionando novos produtos como o leite condensado, focado no mercado de Food Service, e a linha de leite em pó nas versões 200, 400 e 800g”.


O executivo destaca o alto padrão de qualidade da indústria, que segue normas internacionais, além do trabalho contínuo em pesquisa e desenvolvimento permitindo que a empresa atenda diferentes mercados ao redor do globo. Segundo ele, o catálogo de exportação da Embaré engloba mais de 40 versões dos famosos caramelos, além de produtos assinados pela marca Camponesa, como leite UHT, creme de leite, leite condensado, doce de leite e bebida láctea.


Hoje, os caramelos são o carro-chefe de exportação da companhia, tendo sua linha completa negociada para outros países – desde os caramelos tradicionais (quadradinhos), recheados, toffees, caramelos premium até suas balas mastigáveis, explica Felipe Antunes.

38 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo