top of page
banner-alvorada-fm
  • Cefas Alves Meira

Em 2024, verba publicitária do Planalto pode chegar a 647 mi


A Secom-BR revela que .o orçamento inclui também comunicação corporativa, pesquisas e eventos

A verba de publicidade do governo federal para 2024 pode chegar a R$ 647 milhões, superando em muito o orçamento de 2023, que foi apenas de R$ 359 milhões. O robusto aumento está no projeto de orçamento que deverá ser votado nas próximas semanas pelo Congresso Nacional.


A oposição ao atual governo, criticando o aumento, denuncia que ele tem como foco as eleições municipais de outubro do próximo ano. Apesar de o valor ser exclusivo para promover as ações do governo federal, os oposicionistas afirmam que o objetivo é impactar a imagem do trabalho de Lula e do PT, para ampliar a presença do partido no número de prefeituras.


Uso da verba

Contestando essas críticas, a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom-PR) diz que a verba prevê recursos para promover medidas do governo que atendem à população, e também gastos com comunicação interna e o combate a informações falsas.


O orçamento de 2024 da Secom não contempla apenas a publicidade governamental, utilizada para comunicar programas do governo que beneficiarão à população, como o Novo PAC, o Desenrola e a campanha de combate às fakenews. O orçamento inclui, por exemplo, comunicação corporativa, pesquisas, nova licitação específica para digital, para live marketing e eventos, observam técnicos da Secom-BR.


Digital

A Secom-BR pretende também realizar uma licitação específica para o digital, o que foi recebido com animação pelo setor.


A notícia não chega a ser novidade, já que em 2020, antes da nova regra que equiparou as licitações para o digital às de publicidade, a Secom-BR chegou a fazer um pregão de preço, com uma verba estimada em cerca de R$ 8,7 milhões.

Na época, a Associação Brasileira de Agentes Digitais (Abradi) entrou com pedido de impugnação da disputa. Mas a Secom, ainda sob a gestão do governo Bolsonaro, negou-se a cancelar o processo.

93 visualizações0 comentário
bottom of page