top of page
banner-norte-1
  • Foto do escritorCefas Alves Meira

Case de sucesso em sucessão familiar, CéuLar Imóveis comemora 45 anos


As irmãs Daniela e Adriana, da segunda geração da famílias Magalhães, comandam a empresa. (Foto Arnaldo Athayde de Souza Dias/divulgação)driana à direita

Associada à maior rede de imobiliárias do Brasil, a Netimóveis, a CéuLar, uma das 10 maiores do setor na capital mineira, referência no mercado de Belo Horizonte, comemorando 45 anos de atividades.


Com o mote “A gente se orgulha em dizer que você tem e sempre terá lugar na nossa história”, a empresa comandada pelas irmãs Adriana Magalhães e Daniela S. Magalhães, resultado da excelência em sucessão familiar, está na vanguarda em relação ao que há de novo em tecnologia e excelência em atendimento. As duas executivas são da segunda geração da família Magalhães.


Humanização

“Ao longo de quase meio século de atuação num mercado cada vez mais exigente, entendemos que por meio da humanização da prestação de serviços e da experiência de oferta de moradia com facilidades temos conseguido oferecer um atendimento unindo o físico e o digital, com o posicionamento Jeito Gente, um de nossos diferenciais”, afirma Adriana Magalhães, uma das diretoras da empresa e também diretora da Associação Brasileira do Mercado Imobiliário (ABMI).


O segredo para se manter no seleto grupo de liderança no mercado imobiliário, revela a irmã e diretora Daniela S. Magalhães, é contar com uma tecnologia que ofereça agilidade e um bom feedback. “Usamos o que há de mais contemporâneo, procurando deixar o cliente no centro de todas as nossas decisões, estabelecendo relações que trazem resultados sustentáveis para todos os envolvidos nos processos. Investimos incansavelmente no crescimento individual de cada funcionário e corretor parceiro. Eles se profissionalizando, ganham todos: eles, os clientes, a empresa e o mercado.”


Tudo isso, frisa, aliado às tendências e crescimento empresarial sustentável. Para o biênio 2023/24, continuando bem alicerçada nas locações e vendas de imóveis residenciais, prossegue, além da possibilidade de novas fusões, os novos negócios terão como foco nos lançamentos junto a importantes construtoras, bem como o mercado de locações corporativas e comerciais na região Centro Sul de BH.


Inovações

A CéuLar começou no ambiente corporativo com o patriarca, Fernando Magalhães. Um visionário à época: de bancário a corretor de imóveis e advogado. “Esse é o nosso maior legado: um case de sucesso em sucessão familiar orgânica. Nosso pai nunca nos forçou a dar continuidade nos negócios, eu, meu irmão Fernado Júnior e minha irmã Daniela, apenas seguimos seus exemplos e honramos o trabalho que ele iniciou”, destaca Adriana Magalhães.


Atenta às novas oportunidades num setor cada vez mais dinâmico, as empresárias investem em novas aquisições. A mais recente foi a Lockey, uma empresa jovem, com DNA digital, configurando a terceira aquisição em um ano. As outras duas fusões foram com a Ageville e a Locus, imobiliárias tradicionais, que não fizeram sucessão.

A CéuLar, conta Adriana, aposta na tecnologia como forma de diminuir a burocracia na contratação dos serviços e na otimização do tempo. A locação e a venda com fórmulas digitais têm se mostrado excelentes soluções para o aumento da agilidade de contratos e melhor atendimento ao cliente.


Nova marca

A CéuLar adotou uma nova marca que atualiza o que a empresa representa no ramo imobiliário de BH. “Buscamos uma identidade visual que traduzisse criativamente nossa marca e os nossos valores. O mercado reconhece na CéuLar uma empresa responsável, séria, competente e extremamente ética. Lidamos com o patrimônio das pessoas, com o que elas têm de maior valor financeiro e precisamos sempre valorizar isso”, ressalta Daniela S. Magalhães.


Ação social

A CéuLar Imóveis também incorporou uma postura social ao seu dia a dia. Entre as ações em curso destacam-se participação ativa em entidades do terceiro setor com incentivo a projetos de responsabilidade social durante todo o ano, campanhas, doações e participação voluntária nas diretorias em duas instituições: Pequeninos do Amor e Centro de Apoio e Inclusão Social (CAIS).


No ano passado, a Associação Terra da Sobriedade, que desenvolve um trabalho reconhecido nacionalmente de acolhida e recuperação de Dependentes Químicos e suas famílias, foi escolhida para receber as doações das cestas básicas, correspondentes aos negócios realizados e à arrecadação do Valor Geral de Vendas (VGV) da empresa. Ação que mobiliza anualmente as equipes e os clientes.


“Para nós, essas entregas têm um simbolismo muito especial. São gratificantes, pois corroboram todo um trabalho conjunto que se reverte em resultado social: a cada negócio realizado na CéuLar, uma família é atendida”, resume Adriana Magalhães.



66 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page