• Cefas Alves Meira

Câmara de BH: seis agências disputam conta de 9 milhões


O Legislativo Municipal está há mais de dois anos sem atendimento publicitário

Há mais de dois anos sem agência para trabalhar sua comunicação, pelo envolvimento do ex-presidente do Legislativo da Capital, Wellington Magalhães (PSDC), em irregularidades na gestão de verbas publicitárias, finalmente a Câmara Municipal de Belo Horizonte está em processo licitatório visando a escolha de uma agência para atender suas demandas de publicidade e propaganda.

Seis agências entregaram suas propostas e estão disputando a conta, que tem verba anual de R$ 9 milhões: RC, Inovate, Brasil84, Fazenda, Casasanto e FAZCOM.

Vácuo

Esse vácuo na comunicação institucional da Câmara Municipal de BH remonta a 2016, quando a agência Feeling, do publicitário Marcos Vinicius Ribeiro, que atendia a conta, foi acusada, junto com o então presidente do Legislativo, vereador Wellington Magalhães, de envolvimento em procedimentos irregulares na gestão e aplicação das verbas previstas no edital.

O ministério público estadual acusou Magalhães de improbidade e malversação de verbas públicas, pelo desvio de R$ 30 milhões de recursos destinados à comunicação do legislativo, com a conivência e participação da agência. As investigações do MP levaram à prisão tanto do vereador quanto do publicitário , além de outras seis pessoas diretamente envolvidas no processo.

Desde então houve uma descontinuidade no atendimento publicitário da comunicação da Câmara. No início deste ano, com a vereadora Nely Aquino (Pode) na presidência da casa, foi aberta uma nova concorrência para escolha de agência de propaganda. Mas com a chegada da pandemia, a Câmara tendo que praticamente paralisar suas atividades, a licitação foi interrompida.

Em agosto o mesmo edital foi alterado, reabrindo o processo licitatório e estabelecendo a data de 6 de outubro para a entrega das propostas pelas agências, com as empresas RC, Inovate, Brasil84, Fazenda, Casasanto e FAZCOM disputando a concorrência.

A Comissão de Licitação, que está avaliando as propostas das seis agências, é presidida por Priscila Caroline Cardim Santana Rodrigues, tem como vice-presidente Bruno Valadão Peres Urbano, relatoria de Emanuela Pilé de Barros Torres, e composta ainda por Elenice Maria Pereira e Fabiana Miranda Prestes.

101 visualizações

Receba nossas atualizações!

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • Branca Ícone LinkedIn

© 2020  Criado e desenvolvido por Idear Comunicação.

  • Branca Ícone Instagram
  • https://www.facebook.com/blogdocefas
  • https://twitter.com/cefasalves
  • Branca Ícone LinkedIn